Furacão Dorian atinge categoria máxima de força

O furacão Dorian ganhou força e atingiu a categoria 5, a máxima possível. Com ventos de 267 km/h, a tempestade se aproximou das Bahamas neste domingo (1º). Segundo os meteorologistas, as ilhas sofrerão com dois dias de chuvas torrenciais, ondas altas e ventos fortes.

O primeiro-ministro das Bahamas, Hubert Minnis, pediu aos moradores das ilhas Ábaco e Grand Bahama que se dirijam à ilha principal para escaparem da “tempestade devastadora e perigosa”. “Quero que vocês se lembrem: lares, casas, estruturas podem ser substituídas. Vidas, não”, disse Minnis, em entrevista coletiva no sábado (30).

Ele ressaltou que 73 mil pessoas e 21 mil casas correm risco com a chegada da tempestade. As ilhas Ábaco e Grand Bahama são importantes destinos turísticos. Mas, mesmo depois de dias de evacuação, 26 turistas permaneceram em Grand Bahama, segundo as autoridades locais. O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC, na sigla em inglês) emitiu um alerta de tempestade tropical em algumas partes da costa leste da Flórida.

Segundo o órgão, o furacão não deve passar pelo estado, mas existe alguma possibilidade de que, após atingir as Bahamas, isso aconteça. Cidades mais ao norte dos estados da Geórgia e da Carolina do Sul aumentaram os níveis de alerta no sábado (31).

Moradores encheram sacos de areia para servirem de barreiras de proteção, e autoridades fizeram exercícios de preparação para a chegada do furação. Além do Dorian, uma nova tempestade tropical se formou no sudoeste do México e deve se tornar um furação na segunda (2). A tempestade Juliette está a 750 quilômetros de Manzanillo, no México. (As informações da Folhapress)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *