Presos suspeitos de incendiar banco após depósitos de envelopes vazios

A Polícia Judiciária Civil de Cuiabá (MT) cumpriu seis mandados de prisão temporária na manhã desta segunda-feira (15) por conta de um incêndio realizado em uma agência bancária da capital mato-grossense. De acordo com o site O Livre, também foram realizadas buscas nas casas dos acusados. Uma sétima pessoa ainda é procurada e o nome dos detidos não foi divulgado.

De acordo com a investigação, os criminosos incendiaram uma agência do Bradesco, no dia 4 de novembro do ano passado, após realizarem depósitos em suas contas no valor de R$ 53 mil. Os envelopes estavam vazios e os acusados pretendiam ‘reaver’ o valor dizendo que as cédulas do depósito fictício teriam sido queimadas no incêndio.

Os suspeitos responderão por incêndio majorado, associação criminosa e tentativa de estelionato. A operação “Falsa Chama” é organizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), e conta com apoio de policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG). (As informações do Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *