Em derrota para May, parlamento britânico rejeita acordo do Brexit

A Câmara dos Comuns do Reino Unido rejeitou nesta terça-feira, 15, o acordo do Brexit entre o país e a União Europeia por 432 votos a 202. Negociado arduamente pela primeira-ministra britânica, Theresa May, o acordo enfrentou a resistência de um Parlamento hostil. Agora, a incógnita reside no que vai ocorrer após a derrota.

“Esse resultado não diz nada sobre o que quem é contra o acordo defende”, disse May, logo depois da votação. “Nem como honrar o resultado do referendo nem se ele será honrado. O povo britânico merece clareza sobre isso o quanto antes.”

A votação começou com a análise de quatro emendas apresentadas pelos deputados do documento de 585 páginas fruto de 17 meses de negociações com Bruxelas. Uma delas foi rejeitada e as outras três retiradas de votação.

“Não, não é perfeito. E, sim, é uma fórmula de acordo”, tinha admitido a chefe de governo conservadora na segunda-feira, enquanto pedia aos legisladores para “voltarem a examinar o texto” com espírito aberto.

Em uma tentativa de salvá-lo ou pelo menos limitar a derrota, na esperança de conservar uma margem de manobra posterior, May apresentou uma carta na qual Bruxelas garante que a União Europeia (UE) quer evitar a aplicação de seu ponto mais conflituoso, o denominado “backstop”. (As informações do Estadão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *