Após desaparecimento de Vado Malassombrado, Tinoco deve voltar à Câmara

Na manhã desta quinta-feira (6), o prefeito ACM Neto disse, durante a demolição do prédio da Escola Municipal Engenho Velho da Federação para sua reconstrução, que, na próxima segunda-feira, dia 10, há a possibilidade de Cláudio Tinoco, responsável pela secretária de Turismo e Cultura, ser exonerado do cargo para retornar à Câmara Municipal de Salvador.

A decisão deve ser tomada pelo prefeito devido ao quadro de saúde do vereador Edivaldo Ribeiro e Silva, 48 anos, o Vado Malassombrado (DEM), que ainda está hospitalizado no Hospital Municipal de Salvador (HMS), no bairro da Boca da Mata, depois de ser localizado pela polícia 48 horas depois de desaparecer – ele era suplente do então secretário. Ainda sob cuidados médicos, o edil, segundo pessoas próximas à família, está na companhia da esposa em observação e ainda apresentando um quadro de confusão mental.

Vado, que ainda não foi ouvido pela polícia para dar declarações sobre o motivo do seu desaparecimento, chegou ao HMS depois de ser transferido da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Barris, onde recebeu os primeiros cuidados, após ser encontrado nas dunas do bairro de Itapuã apresentando um quadro de insolação, desidratação e aparentemente desorientado.

“Isso deve acontecer na segunda-feira. Como o vereador Vado me parece que ainda está sob cuidados médicos, e a gente tem que respeitar esse momento pessoal dele, então, é muito provável que o secretário Tinoco seja exonerado retornando seus trabalhos na Câmara para votar os projetos nessa reta final do Legislativo”, afirmou o prefeito. (As informações do Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *