Contra o Flu, Gilberto quer melhorar números pelo Bahia

A entorse no joelho direito deixou Gilberto fora de seis partidas do Bahia na temporada. Recuperado do problema, o centroavante entrou no segundo tempo da derrota para o Atlético-MG, por 1 a 0, no último sábado, 17.

Contra o Fluminense, na quinta-feira, às 20h (da Bahia), na Fonte Nova, ele pode assumir o comando do ataque do Esquadrão. No treino desta terça, 20, Gilberto fez um trabalho à parte e, depois, entrou no lugar de Edigar Junio no comando do ataque.

“Se for a opção que o professor [Enderson Moreira] optar, claro [ser titular]. Importante ajudar nesta reta final. Tem metas que faltam ser conquistadas. Gostaria, sim, de ajudar ainda mais o Bahia”, disse o goleador.

Sobre os objetivos do Tricolor baiano, praticamente livre do rebaixamento, a Sul-Americana é o principal. Além disso, o centroavante pode melhorar o número de gols com a camisa azul, vermelha e branca.

“Meta de ajudar o Bahia de chegar aos pontos e fazer a melhor campanha em pontos corridos. Se puder fazer gols e continuar fazendo, é isso”, explicou Gilberto.

Com oito tentos, o artilheiro do Bahia no Brasileirão ainda soma uma bola na rede na Sul-Americana. Na temporada, fica atrás apenas de Edigar Junio, Vinicius e Zé Rafael, que fizeram 12 gols.

Sobre o Fluminense, o atacante pede atenção. “É um time bom, competitivo. Tem boas peças, excelente treinador [Marcelo Oliveira]. Em vários momentos do campeonato tiveram à frente da gente. Hoje estamos na frente e pretendemos continuar. Respeitamos sempre os adversários, mas temos que procurar fazer o nosso melhor e conseguir o que a gente almeja até o final do campeonato”, disse. O Bahia ocupa o 11º lugar com 44 pontos, enquanto o Fluminense é o 13º colocado, com 42.

Renovação

Com contrato até o final deste ano, Gilberto fala: “Posso dizer que gosto do Bahia. É bom estar aqui… Mas é uma resposta que não tenho. Apenas o que eu falo com Diego [Cerri, diretor de futebol], que é um camarada, um cara que me recebeu muito bem, assim como todos do Bahia, claro. Tenho esse carinho. Espero que da melhor forma possível seja resolvido”, diz o centroavante. (As informações do A Tarde)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *