Aos 85 anos, morre soprano espanhola Montserrat Caballé

A cantora lírica espanhola Montserrat Caballé morreu neste sábado, aos 85 anos, em Barcelona. Ela estava internada desde o mês passado e sofria com problemas de saúde há anos. A família não quis divulgar a causa da morte. O sepultamento será realizado na segunda-feira (8), em Barcelona.

Considerada a melhor soprano do século 20 e uma das últimas grandes divas da ópera, Caballé rejeitava o posto. “Eu não me considero uma lenda da ópera, nem a última diva, como os jornalistas às vezes escrevem. Cada época tem seus divos e, no meu caso, a única coisa que fiz foi fazer bem o meu trabalho, da melhor forma possível, no mais alto nível”, dizia.

Caballé ganhou um Grammy e o Príncipe das Astúrias das Artes, a mais alta distinção concedida na Espanha, em 1991. Ela ficou conhecida no mundo pop pelo dueto Barcelona ao lado de Freddie Mercury, líder da banda inglesa Queen. A música foi lançada com sucesso em 1987 e depois se tornou o hino da Olimpíada de 1992, disputada na cidade catalã.

Famosa pelo domínio da técnica bel canto, ela interpretou obras de compositores consagrados como Gioacchino Rossini, Gaetano Donizetti e Vincenzo Bellini e fez cerca de 4.000 apresentações em 90 papéis diferentes. Caballé passou dez anos longes do palco por problemas de saúde e retornou apenas em 2002, quando passou a fazer apresentações esporádicas. Ela revelou ter tido um tumor benigno na cabeça descoberto ainda nos anos 1980.

“Uma grande embaixadora do nosso país morreu”, disse o primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez pelo Twitter. “Sua voz e ternura ficarão conosco para sempre”, completou. A cantora era casada com o tenor Bernabe Marti desde 1964 e teve dois filhos, Bernabe Marti Jr e Montserrat Marti, que também é cantora lírica. (As informações do Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *