Para compensar campanha, Câmara vai aumentar frequência de sessões após eleição

A Câmara de Vereadores de Salvador deve aumentar o ritmo de sessões depois da eleição de outubro para compensar o período de campanha. Segundo o presidente da Casa, Leo Prates, já foram realizadas 50 sessões ordinárias em 2018 e a meta é chegar a 80 até o fim do ano.

As sessões ordinárias da Câmara foram suspensas nesta quarta-feira (12) e só devem ser retomadas em 8 de outubro, dia seguinte à eleição. Mais de um terço dos vereadores de Salvador registrou candidatura a deputado estadual ou federal e vai dedicar esse período à campanha.

Segundo Leo Prates, a decisão de suspender as sessões e a compensação desse período foi acertada no Colégio de Líderes. “Normalmente a votação do orçamento é na primeira semana de dezembro e eles me deram carta branca para fechar o ano só quando tivesse 80 sessões ordinárias”, explicou o presidente da Câmara ao Bahia Notícias.

Para chegar às 80 sessões ordinárias até o fim do ano, o Legislativo de Salvador deve ter diversas semanas com três sessões a partir do dia 8 de outubro. “O ano de 2016, que foi um ano eleitoral, você teve um ano inteiro com 33 sessões ordinárias. Nós já estamos com 50 [em 2018]”, comparou Leo Prates. Em 2016, o vereador Paulo Câmara ocupava a presidência da Casa. (As informações do BN)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *