TV estatal da Síria diz que 5 mil soldados foram enviados a Douma, após ataque

A TV estatal da Síria afirmou que mais 5 mil membros das forças de segurança foram enviados à cidade de Douma, próxima à capital, Damasco. Douma está agora sob controle do governo, uma semana após ocorrer ali um suposto ataque de armas químicas.

Douma era o último bastião rebelde entre os subúrbios a leste de Ghouta e foi alvo de uma grande ofensiva do governo de Bashar al-Assad em fevereiro e março. A cidade também foi palco do suposto ataque com gás venenoso em 7 de abril, que motivou o ataque com mísseis de Estados Unidos, Reino Unido e França contra alvos militares sírios, no início do sábado (hora local)

O governo sírio e a Rússia negam as alegações de que tenha havido um ataque químico. Uma missão internacional da Organização para a Proibição de Armas Químicas está na Síria e deve visitar Douma.

A emissora estatal Al-Ikhbariya TV afirmou que cerca de 5 mil soldados foram enviados a Douma, neste domingo. Jornais sírios, por sua vez, garantiram que o sistema de defesa aérea do país havia derrubado mísseis. O jornal governista Thshrin, por exemplo, afirmou em sua capa: “Nosso heroico Exército derrubou os mísseis da agressão”.

Já o Pentágono disse que nenhum dos mísseis foi derrubado e que as forças aéreas sírias haviam sido ineficazes. (As informações do Estadão) Fonte: Associated Press.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *