Contra o Inter, tricolor terá time bem diferente do final de 2017

São 12 remanescentes de 2017 em um elenco que atualmente conta com 31 jogadores. Dá até para considerar que são 13, se incluirmos Marco Antônio, que terminou a temporada passada treinando entre os profissionais, mas não jogou pela Série A.

No entanto, o time que estreia na competição deste ano, domingo (15), diante do Internacional, às 16h, no Beira-Rio, terá mais “novatos” do que velhos conhecidos da torcida tricolor. Tendo como referência o time-base de 2017, Tiago será o único representante do antigo sistema defensivo, que não tem mais Jean, vendido ao São Paulo, Eduardo, que não renovou e está na Chapecoense, Lucas Fonseca, que apesar de seguir no elenco foi poupado e ficou fora da relação, além de Juninho Capixaba, negociado com o Corinthians.

Os novos companheiros de setor do capitão são o goleiro Douglas, o lateral-direito Nino Paraíba, o zagueiro Douglas Grolli e o lateral-esquerdo Léo Pelé. No meio-campo, Zé Rafael e Vinícius ganharam a companhia de Gregore, Elton e Marco Antônio. Edson, Régis e Allione, bastante utilizados no ano passado, ficam como opções no banco de reservas. Renê Júnior, titular absoluto da equipe na última temporada, agora é jogador do Corinthians.

O ataque segue comandado por Edigar Junio, que tem Júnior Brumado como suplente. O jovem centroavante entrou em duas partidas da última Série A. Dos sete jogadores que vão disputar o Brasileirão pela primeira vez com a camisa tricolor, dois também estão estreando na competição, o volante Gregore e o meia Marco Antônio.

Em relação ao time que iniciou o jogo contra o São Paulo pela última rodada da Série A do ano passado, só Tiago e Edigar Junio serão titulares contra o Inter. Edson, Régis, Allione e Brumado, que também participaram daquela partida, estarão no banco. (As informações do Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *