Justiça Eleitoral reabre agendamento para regularização de título

Os 864.690 eleitores baianos que tiveram o título cancelado, após o término do prazo de recadastramento biométrico em 31 de janeiro, poderão regularizar a situação com a Justiça Eleitoral do dia 5 a 9 de março. O agendamento começa nesta sexta-feira, 2.

Além da marcação, o atendimento poderá ser realizado por distribuição de senhas ou ordem de chegada, a depender do posto. O agendamento começa nesta sexta, a partir das 12h, no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) e estará disponível somente às sextas-feiras para os postos nas prefeituras bairro, shoppings e Câmara Municipal. Quem perdeu o prazo do recadastramento não pagará multa.

Os atendimentos realizados nos Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) devem ser agendados pelo site: www.sac.ba.gov.br.

Em Salvador, 446.096 eleitores precisam fazer o recadastramento biométrico. Para atender a demanda, serão 16 postos de atendimento. Via agendamento: Prefeitura-Bairro Subúrbio-Ilhas (288 vagas/dia), Prefeitura-Bairro Pau da Lima (264 vagas/dia), Prefeitura Bairro Barra/ Pituba (204 vagas/dia), Prefeitura-Bairro Cajazeiras (175 vagas/dia), Shopping Center Lapa (350 vagas/dia), Shopping Paralela (245 vagas/dia), Câmara Municipal (320 vagas/dia).

SAC

Os postos do SAC que atenderão são Barra, Cajazeiras, Comércio, Periperi e Boca do Rio. Os postos sem necessidade de agendamento estão na Estação Pirajá do Metrô (400 senhas/ dia), Estação Bonocô do Metrô (250 senhas/dia), Estação Ferroviária da Calçada (250 senhas/dia) e na sede do Tribunal Regional Eleitoral, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Neste último, é por ordem de chegada.

Na Bahia, 3.664.926 eleitores foram biometrizados (81,01%). Em Salvador, 1.586.518 (78,05%) passaram pelo procedimento. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o presidente do TRE-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, as enormes filas formadas na sede do CAB, durante o mês de janeiro, não deve ocorrer novamente. “Os percalços existentes não foram causados pelo TRE. Suspendemos férias dos servidores, contratamos terceirizados, divulgamos imensamente para que as filas não ocorressem. Agora, o número de eleitores é bem menor. Se tivéssemos um prazo de 15 dias, estaríamos estruturados para atendê-los. Mas, em dois meses, o que se espera é que o eleitor não deixe para o último instante”, diz.

Ainda de acordo com Rocha, a princípio, não haverá atendimento nos finais de semana. “Se houver necessidade, estudaremos a situação”, afirma. Conforme a assessoria do TRE, o dia 9 de maio corresponde ao fim do cadastramento eleitoral de 2018, data limite para regularização. O novo prazo de recadastramento é uma medida do TSE. (As informações do A Tarde)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *