Conheça áreas promissoras para 2018 e saiba onde se qualificar

Os cargos voltados para a área digital, inteligência artificial e aplicativos continuam dominando as perspectivas de áreas mais promissoras para o próximo ano, segundo estimativa de mercado feita pela Michael Page Recrutamento e Seleção. No entanto, o que chama atenção, segundo o gerente da empresa no Nordeste, Leandro Pedrosa, é uma oferta maior de postos de trabalho para cargos de gerência comercial, recursos humanos e na área financeira.

“As profissões na área de tecnologia continuam em alta. Porém, com a retomada da economia, o consumo vai voltar a crescer. Com o volume de demissões que aconteceram nos últimos anos, as empresas vão precisar de um RH bem preparado para voltar a contratar, treinar estas pessoas e reter os talentos que ficaram. Já a parte comercial e financeira, torna a se destacar por conta das linhas de crédito que irão se abrir com esse cenário reaquecido”, explica.

Em 2017, a área Comercial e de Finanças também foram as mais recrutadas pela Michael Page na Bahia. “O estado é muito impulsionado pela indústria de serviços. São áreas que mesmo com a crise, geram postos de trabalho. Seja em uma ponta na redução de custos ou na outra, para estimular vendas e cuidar de toda a parte financeira neste processo de retomada”.

Atento às oportunidades, para se destacar no mercado e sair na frente em busca de uma vaga nessas áreas, Pedrosa destaca que vai ser preciso qualificação, sobretudo, para os postos de trabalho na área de tecnologia. “Várias funções vão ser substituídas por algum tipo de inteligência artificial e o mercado vai precisar de gente para desenvolver isso. Mas o profissional que não estiver em constante qualificação vai perder espaço”, alerta.

Com a Reforma Trabalhista em vigor desde o dia 11 de novembro, a expectativa é que uma parcela significativa das contratações seja feita nas modalidades de trabalho intermitente ou home office. “Apesar de ser ainda tudo muito novo, a reforma vai facilitar muito a contratação de funcionários na área de Tecnologia da Informação (TI), suporte, sistemas e aplicativos, sobretudo, no home office, muita gente pode fazer isso dentro de casa. Já o setor de serviços será fortemente impulsionado pelo trabalho intermitente, pago por hora trabalhada”.

Diferencial
Se qualificação vai ser mesmo a porta de entrada das áreas mais promissoras em 2018, profissionais como João Batista Júnior não estão perdendo tempo. Formado em Ciências da Computação há quase um ano, ele emendou a graduação automaticamente em um mestrado na mesma área. Diferença competitiva que lhe rendeu uma vaga para montar o setor de Pesquisa, Inovação e Tecnologia, tanto para processos internos como para clientes atendidos pela empresa onde trabalha.

“Me formei e parti direto para o mestrado. Ele proporciona um impacto muito grande no currículo, principalmente no setor de pesquisa. A gente criou o setor do zero e definiu as tecnologias mais avançadas. A área acadêmica auxilia muito. É a base para prática, ajuda a trabalhar e entender o que eu estou fazendo”, pontua.

Ele conta ainda que as oportunidades foram surgindo sem nem mesmo enviar seu currículo. Logo que se formou, João Batista Júnior trabalhou em um projeto que desenvolveu um sistema de integração para o metrô de São Paulo. “Para a área de Tecnologia em si, é preciso ter vocação. O mercado é promissor, mas para quem tem qualificação. Focar nos estudos, estudar, correr atrás dos objetivos”, acrescenta João Batista.

Onde se qualificar
Área Comercial – Na plataforma online do Senac há cursos livres na modalidade à distância para Representante Comercial. Também há opções na área de Técnicas de Fidelização, Promoção e Negociação Internacional com foco na Exportação, Técnicas Campeãs de Venda e E-Commerce. Os preços variam de acordo com o curso e podem ser parcelados no cartão de crédito ou boleto bancário. Mais informações: www.ead.senac.br/cursos-livres.

Recursos Humanos – Entre as opções para quem quer se especializar na área, a Unifacs, Faculdade da Cidade, FTC e Unijorge são só algumas das instituições de ensino que possuem cursos de MBA e especialização em Gestão de Pessoas. A Unime e a Estácio têm oferta de curso de Liderança e Coaching. Na Faculdade D. Pedro II, o MBA é voltado para Gestão Executiva e Liderança Estratégica. Confira mais detalhes e programa completo do curso na página de cada uma delas na internet.

Área Financeira – O portal de cursos online da Fundação Getúlio Vargas (FGV) conta com várias opções de cursos livres e também de especialização na área financeira, alguns deles, inclusive, são gratuitos. Veja mais em www5.fgv.br/fgvonline/Cursos/AreaConhecimento/.

Tecnologia – Há oferta de mestrado em diversos campos onde a tecnologia é objeto de pesquisa. Existem programas em instituições públicas e particulares. Entre as opções está o mestrado em Ciência da Computação ofertado pela Universidade Salvador (Unifacs). Confira mais informações sobre o curso na página da instituição na internet. A Universidade Federal da Bahia (Ufba) também tem pós-graduação stricto sensu, mas não há ainda nenhuma informação no siste sobre o lançamento de um novo edital para o Programa de Pós em Ciência da Computação (PGCOMP). (As informações do Correio)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *