Na estreia do árbitro de vídeo, River vence Lanús

Ferramenta não foi usada na partida de ida na semifinal do torneio

O River Plate venceu o Lanús por 1 a 0 nesta terça-feira, na primeira semifinal da Libertadores de 2018, no estádio Monumental de Núnez, com estreia do árbitro de vídeo na competição. Uma dupla de brasileiros, Wilton Pereira Sampaio como principal e Sandro Meira Ricci no vídeo, foi responsável pela inovação, sob supervisão de Wilson Luís Seneme, ex-árbitro, também brasileiro.

O sistema não teve que ser utilizado durante todo o jogo, sem lances polêmicos e com muito fair-play. Foram 30 faltas e o primeiro cartão amarelo foi distribuído aos 27 da segunda etapa. Ao todo, foram dois amarelos em todo o jogo.

Durante todo o jogo, o River Plate, jogando em casa, foi mais perigoso, criando as melhores chances de gol. Uma bola na trave aos onze minutos da segunda etapa foi o lance mais perigoso do time mandante. O Lanús, satisfeito com um empate, teve suas melhores chances no começo do jogo e no final, após sofrer o gol.

A vitória do time mandante veio com gol aos 36 da segunda etapa, com Scocco, herói da classificação para a semifinal ao marcar cinco gols contra o Jorge Wilstermann. Após bate e rebate na área, o atacante aproveitou sobra do goleiro Andrada para marcar.

A partida de volta acontece na próxima terça-feira, dia 31, em La Fortaleza, estádio do Lanús. O River joga por um empate ou até derrota por um gol de diferença, desde que faça gols. O time da casa precisa vencer por dois gols de diferença para conseguir vaga direta para a final. Triunfo por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *